domingo, 14 de setembro de 2014

Hard Drive/Direção - Hettie Jones




Hard Drive/ Hettie Jones

Saturday the stuffed bears were up again
over the Major Deegan
dancing in the plastic along the bridge rail
under a sky half misty, half blue
and there were white clouds
blowing in from the West

which could have been enough
for one used to pleasure
in small doses

But then later, at sunset,
driving north along the Saw Mill
in the high Wind, with clouds big and drifting
above the road like animals
proud of their pink underbellies,
in a moment of intense light
I saw an Edward Hopper house,
at once so exquisitely light and dark
that I cried, all the way up Route 22
those uncontrollable tears
“as though the body were crying”

and so young women
here’s the dilema
itself the solution:

I have always been at the same time
woman enough to be moved to tears
and man enough
to drive my car in any direction

Direção

No sábado os ursos de pelúcia flutuavam de novo
sobre o Major Deegan
dançando no plástico ao longo do corrimão da ponte
sob um céu meio nublado, meio azul
e havia nuvens brancas
chegando do oeste

o que talvez fosse suficiente
para alguém acostumado ao prazer
em pequenas dosagens

Porém mais tarde ao pôr do sol
dirigindo rumo ao norte pelo Saw Mill
no vento forte, com as nuvens grandes que flutuavam
por sobre a estrada como animais
mostrando orgulhosomente suas rosadas barrigas
num momento de luz intensa
vi uma casa tipo Edward Hopper
tão simultânea e extraordinariamente clara e escura
que eu chorei todo o caminho da Rota 22
aquelas lágrimas incontroláveis
 “como se o corpo chorasse”

e portanto,  mulheres jovens
eis aqui o dilema
em si a solução:

sempre fui ao mesmo tempo
mulher o suficiente para comover-se até o pranto
e homem o suficiente
para pegar o carro e me mandar
em qualquer direção

tradução:  Miriam Adelman

Nenhum comentário:

Postar um comentário